Professores eventuais podem suspender matrículas e assumir aulas futuramente

Departamento de Comunicação

A Secretaria Municipal da Educação informa que professores eventuais, que desejarem, podem suspender suas matrículas junto à municipalidade e futuramente reativarem quando as aulas forem retomadas.

Essa é uma medida adotada apenas a professores que estão sem classe e que desejam dar entrada no Benefício Emergencial do Governo Federal.

Para que os professores tenham seus cadastros aprovados pelo Governo Federal para esse benefício, é exigido que as pessoas não tenham vínculo empregatício. 

Professores que não conseguiram finalizar seus cadastros na plataforma do Governo Federal para receber o Auxílio Emergencial, por constar vínculo empregatício em seus CPFs, devem ligar na Secretaria Municipal da Educação e agendar horário para irem pedir a suspensão da matrícula.

“Nós já tomamos todas as providências para que esses professores eventuais possam fazer a suspensão de suas matrículas e reativarem quando as aulas presenciais voltarem.  Essa prática não impede que futuramente peçam a reativação de suas matrículas e ministrem aulas nas nossas unidades educacionais do Município. Isso é válido para professores eventuais que não pegaram classes”, diz Dulce Andrade Araújo, secretária Municipal da Educação.

DEIXE COMENTÁRIO

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *.

WhatsApp chat
%d blogueiros gostam disto: