Servidor de carreira que exerce cargo administrativo na Educação é preso em Assis por pedofilia

A Polícia Civil através da Delegacia de Defesa da Mulher de Assis deflagrou na manhã de hoje, por volta das sete horas, uma operação para cumprir mandado de prisão temporária e mandados de busca e apreensão domiciliar realizados na cidades de Assis e Marília. Pela manhã ocorreu a prisão de um servidor de carreira da Secretaria de Educação de Assis, acusado de pedofilia. Dulce Andrade de Araújo, secretário municipal de educação, esclarece que o acusado não atua em sala de aula.

Em nota oficial enviada a imprensa a Prefeitura de Assis, através da Secretaria Municipal de Educação, mediante prisão de servidor de carreira dessa Pasta, esclarece que o mesmo não é professor e nem atua em sala de aula, mas sim ocupa cargo administrativo na sede da Secretaria, a qual já tendo tomado conhecimento do caso, vai colaborar com as investigações dentro do que for solicitado pelas autoridades. Deve ainda considerar que a acusação contra ele ocorre fora do serviço público, e sim em sua vida particular, encerra a nota.

DEIXE COMENTÁRIO

WhatsApp chat
%d blogueiros gostam disto: