Prefeito se reúne com representantes de supermercados e fiscalização será ainda mais rígida no combate à transmissão do Coronavírus

Uma reunião emergencial com representantes de supermercados de Assis foi solicitada pelo prefeito José Fernandes, na manhã desta terça-feira, 23, no Paço Municipal, para tratar sobre as novas estratégias que os estabelecimentos precisam aplicar para conter o avanço do COVID-19.

Prefeito, seu vice, Aref Sabeh, a secretária Municipal da Saúde, Cristiani Silvério, e o gestor de Políticas Públicas da Prefeitura, Paulo Mattioli Júnior, frisaram a importância dos supermercados estabelecerem medidas mais rígidas aos clientes, durante o período de compras nos estabelecimentos.

A secretária Municipal da Saúde, Cristiani Silvério, apresentou a situação crítica que o Município está enfrentando para tratar os moradores acometidos pela doença, inclusive, todo o esforço que os profissionais da linha de frente estão enfrentando para ajudar quem precisa.

Segundo Cristiani, Assis tem estrutura para combater a doença, porém, com a transmissão em massa do vírus, o Município já enfrenta além da falta de leitos, em breve a demanda por medicamentos e oxigênio também serão realidade.

“O momento pede apoio de todos os lados e principalmente consciência aos moradores que precisam sair de suas residências, pois a transmissão do vírus esta mais rápida e para não termos um colapso ainda maior no sistema de saúde púbico, todos tem que fazer a sua parte e respeitar o isolamento social, sem aglomerações e o uso constante de máscaras de proteção facial e o uso do álcool em gel para higiene das mãos”, lembrou Cristiani.

O prefeito enfatizou sobre o Poder Executivo seguir as medidas restritivas do Plano São Paulo de combate ao Coronavírus, mas a situação atual exige medidas ainda mais rígidas, agora com o apoio dos supermercados.

“Considerando o cenário atual que a cidade está enfrentando, precisamos agora também o apoio dos supermercados, com ações ainda mais rígidas que coíbam o acesso de mais de dois membros por família, além da proibição da entrada de menores de 12 anos e os adultos com mais de 80 anos, inclusive reduzir o número de clientes dentro do estabelecimento durante as compras”, ressaltou o prefeito.

Os representantes dos supermercados se comprometeram em restringir o acesso de clientes, além de intensificarem junto aos funcionários e público em geral medidas para combater a transmissão do vírus.

Participaram da primeira reunião emergencial representantes do Poder Legislativo e dos supermercados Avenida, Superbom, Kané, São Judas, Neves, Amigão, Pag Poko, Martins e Campeão.

ASSESSORIA PMA

DEIXE COMENTÁRIO

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *.

WhatsApp chat
%d blogueiros gostam disto: