Chat do aplicativo do Centro de Mídias da Educação de São Paulo será dividido por turma

Do Portal do Governo

O aplicativo do Centro de Mídias da Educação de São Paulo (CMSP), da Secretaria de Educação, foi criado neste ano e, desde então, diversas atualizações para aprimoramento foram feitas graças aos feedbacks e experiências da rede estadual durante o uso.

A mais nova atualização, desta vez no chat, surgiu de uma demanda dos estudantes para que o modelo se aproxime da rotina escolar presencial. A partir desta quarta-feira (2), uma nova modalidade de chat estará disponível: ele será agrupado por anos e séries de uma mesma escola e terá no máximo 250 participantes. Assim, o ambiente será entre alunos que já se conhecem.

“Especialistas já estão discutindo como o ensino remoto pode estar mais próximo da rotina que o estudante tinha presencialmente. Na escola, quando o aluno olhava para o lado, encontrava seu colega e nós tivemos a devolutiva de que eles sentiam falta disso no chat. Agora, ele conseguirá identificar os seus colegas e, com isso, deve ficar até mais à vontade para participar e contribuir com a aula”, explica Bruna Waitman, coordenadora do CMSP.

Até o dia 17, as duas versões de conversa estarão disponíveis para que possa acontecer a adaptação dos usuários. Após esse período, o chat geral só estará visível para servidores e por lá eles poderão transmitir as dúvidas e conversar com os professores que lecionam aulas diretamente dos estúdios do Centro de Mídias.

Guardiões do chat

A moderação das conversas será feita por uma pessoa denominada de guardião do chat, que pode ser o professor que leciona a matéria que está sendo exibida, um outro servidor da Educação ou mesmo um aluno. Confira algumas das funções do guardião:

– Esclarecer e/ou compilar dúvidas dos estudantes e enviar para o professor de estúdio ou encaminhar ao professor do componente pós-aula;
– Observar a ausência de estudantes.

O papel de guardião do chat deve ser exercido dentro do horário da jornada de trabalho. Vale lembrar que o procedimento deve fazer parte da rotina de acompanhamento de aulas do CMSP, definida coletivamente com a rede no planejamento de 1º de junho.

Período de teste

Por se tratar de uma mudança significativa no modo como o CMSP vem sendo utilizado, a atualização passou por um período de testes durante o mês de julho, com 72 escolas da diretoria regional de ensino Centro Sul.

“Essa atualização também foi importante para o professor conseguir identificar qual aluno estava participando e auxiliar a escola na busca ativa dos alunos que não participam”, salienta a dirigente de ensino da Região Centro Sul, Maria Isabel Faria.

Confira outras funções já disponíveis no CMSP:

– Notificação;
– Conversa;
– Silenciar;
– Ligação direta;
– Transmissão de aula (ligar e desligar câmera) e compartilhamento de tela;
– Dar a vez para o aluno participar em vídeo;
– Continuar ouvindo a aula mesmo mudando de chat;
– CMSP Web.

Os estudantes podem assistir, pela internet, a um tutorial elaborado pelo coordenador da Coordenadoria de Informação, Tecnologia, Evidência e Matrícula (CITEM), Marcos Barros de Lima, sobre como utilizar cada função.

“Para ter acesso às novas funções e correções do aplicativo, é necessário que ele sempre esteja atualizado. As atualizações podem ser encontradas sempre na loja de aplicativos do seu aparelho: Play Store, para Android, e Apple Store, para iOS”, afirma o coordenador.

DEIXE COMENTÁRIO

WhatsApp chat
%d blogueiros gostam disto: