Estado reduz todas as modalidades de roubos e furtos no mês de julho

Do Portal do Governo

O Estado de São Paulo terminou o mês de julho com redução em todas as modalidades de furtos e roubos, incluindo os latrocínios – roubos seguidos de morte. As extorsões mediante sequestro permaneceram zeradas.

Nos roubos em geral, a redução foi de 21% ou de 4.600 casos em números absolutos. Foram 17.357 roubos no sétimo mês deste ano, contra 21.957 em igual período do ano passado. É a primeira vez na série histórica, iniciada em 2001, que o indicador fica abaixo de 18 mil.

No indicador de roubos de veículos, a queda foi ainda mais acentuada (-34,2%). Foram 2.427, ante 3.691 – 1.264 a menos. É a primeira vez na série que o total fica abaixo de 3 mil no período.

Na comparação mensal também houve diminuição de 28,6% nas ocorrências de roubos de carga. A quantidade passou de 629 para 449, ou seja, 180 a menos. Já os roubos a banco recuaram de dois para um.

O Estado ainda registrou queda nos furtos em geral e de veículos, que recuaram 28,5% e 28,6%, respectivamente. No primeiro, o total passou de 43.402 para 31.042. No segundo, de 7.868 para 5.617 –  são os menores índices da série.

Outros indicadores

No mês passado, houve 14 boletins de ocorrência e 15 vítimas de roubos seguidos de morte. Em julho de 2019, foram contabilizados 16 casos, com igual número de vítimas, desta modalidade criminosa.

O indicador de extorsão mediante sequestro permaneceu estável sem nenhum registro pela segunda vez consecutiva na série histórica, enquanto foram registrados 921 casos de estupros, contra 850 em julho do ano passado.

Já os indicadores relacionados a mortes intencionais, somaram 217 ocorrências e 223 vítimas. Com as variações, as taxas de homicídios dolosos dos últimos 12 meses (de agosto de 2019 a julho de 2020) ficaram em 6,44 casos e 6,70 vítimas de homicídios a cada grupo de 100 mil habitantes.

Produtividade

O trabalho realizado pelas três polícias estaduais em julho deste ano resultou em 12.906 prisões. No período, 969 armas de fogos foram retiradas das ruas e 4.126 flagrantes de tráfico de drogas foram registrados.

DEIXE COMENTÁRIO

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *.

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Nós usamos cookies neste site para lhe proporcionar a melhor experiência possível. Clicando em "Aceitar" você aceita o uso de cookies, Política de privacidade e nossos Termos de Uso.
WhatsApp chat
%d blogueiros gostam disto: