Curso de Publicidade e Propaganda realiza atividades acompanhadas

O curso de Publicidade e Propaganda da Fundação Educacional do Município de Assis (FEMA) aderiu às atividades acompanhadas, na segunda-feira, 23 de março de 2020, já que as aulas presenciais estão suspensas, de acordo com o decreto estadual, por conta da pandemia do coronavírus. Por esse motivo, professores e alunos estão cumprindo o planejamento acadêmico proposto para o ano letivo por meio do Moodle, um ambiente online por onde as pessoas se conectam acessando todo o material disponibilizado por seus professores, para realização de trabalhos acadêmicos, atividades avaliativas e esclarecimento de dúvidas.

Colocar o conteúdo dos cursos em ambiente digital foi a alternativa que a FEMA encontrou para manter suas atividades em pleno funcionamento durante o período de cuidado para prevenção da Covid-19. A decisão de manter o calendário e planejamento acadêmico de 2020 por meio das atividades acompanhadas foi tomada em reunião da Congregação do Instituto Municipal de Ensino Superior de Assis (IMESA), dia 17 de março de 2020, que contou com a presença de todos os coordenadores dos 11 cursos de graduação, bem como representantes dos alunos e de outras esferas da instituição.

De acordo com a professora e coordenadora do curso de Publicidade e Propaganda, doutora Ana Luisa Antunes Dias, as atividades estão sendo acompanhadas e desenvolvidas de diversas maneiras, seja pelo Moodle, onde o professor da disciplina se utiliza da ferramenta de apoio com conversas via chat, fórum de discussões, debates, vídeo aulas ou até videoconferências na plataforma Zoom, onde acontecem atividades programadas e também o esclarecimento de dúvidas.

A rotina de estudos é flexível, entretanto, todos os alunos se reúnem para atividades online, no horário da aula presencial, com o professor dando a aula e tirando as dúvidas dos alunos em tempo real. “Para que tenhamos requisitos de avaliações durante o período de atividades acompanhadas, pedimos aos professores que desenvolvessem atividades avaliativas sempre após a teoria, com o intuito de que os estudantes desenvolvam a prática do conteúdo aplicado e não receba apenas a informação. A partir desse pedido, cada professor elaborou sua prova ou trabalho”, explica a coordenadora.

Toda essa mudança temporária trouxe aprendizado e outras maneiras de produção. Ana Luisa explica que os alunos estão satisfeitos e engajados com a medida tomada pela FEMA: “Acredito que essa experiência está sendo positiva para todos nós. No início estávamos com dificuldade em nos adaptarmos ao Moodle, entretanto com o passar dos dias tudo fluiu melhor e passamos a adequar nossas disciplinas para um ambiente 100% digital. Na plataforma organizamos nossos conteúdos, elaboramos discussões e interações que fazem os alunos se sentirem acolhidos, preocupados em contribuir e se fazerem presentes”, conta Ana Luisa.

Para a coordenadora, alunos e professores estão bem alinhados às atividades acompanhadas da FEMA e, por esse motivo, esta nova didática não trará prejuízo de aprendizado. “Tenho percebido que depois desta fase, tanto nós professores quanto os alunos, não voltaremos apenas às aulas regulares e tradicionais como antes. A plataforma tem nos ajudado a organizar todo o nosso material, melhorando nossas didáticas de aprendizado em sala de aula”, fala Ana.

Com as atividades acompanhadas provavelmente não seja necessária a reposição de aulas ao final desse período de suspensão de atividades e, por isso, o calendário acadêmico não seja afetado. As aulas presenciais, que estão suspensas desde o dia 17 de março de 2020, foram fixadas inicialmente por 30 dias, mas este prazo pode ser prorrogado, assim como a nova modalidade de atividades acompanhadas, dependendo das novas orientações das autoridades de saúde e também políticas do país.

Tagged: ,

DEIXE COMENTÁRIO

WhatsApp chat
%d blogueiros gostam disto: