Ex-chefe regional do Ibama diz que existem interesses econômicos por trás da destruição da Amazônia

As queimadas que destroem a Amazônia e chamam atenção mundial são apenas a face mais visível da exploração da maior floresta tropical do mundo. Por trás da derrubada da mata e do fogo, estão poderosos interesses econômicos. Essa é a avaliação do professor de biologia, Eliseu Pedro Ribeiro, que foi chefe regional do extinto escritório do Ibama em Assis. Ele aponta falhas na fiscalização.

DEIXE COMENTÁRIO

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *.

WhatsApp chat