Impasse do bairro do Cervinho poderá ter solução pacífica

Um mandado de notificação expedido em seis de junho de 2018 pelo Procurador do Estado de São Paulo, Renato Silveira Bueno Bianco, da Procuradoria Regional de Marília, ao juiz de Direito da Vara da Fazenda Pública do Fórum de Assis, Paulo André Bueno de Camargo, trouxe insegurança aos moradores do bairro do Cervinho. O cumprimento definitivo da sentença determina que no prazo máximo de 60 dias, várias famílias desocupem suas casas e comércio localizados na antiga Estação Experimental do Horto Florestal. Todavia, o presidente da Comissão de Parcelamento e Uso do Solo da OAB de Assis, advogado Ivan Serra, disse que pode haver uma solução pacífica para o impasse.

Tagged: ,

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *.

WhatsApp chat